Entrar

Acesse sua conta

Usuário
Senha *
Me lembre

Ensino Teológico para Atender o Clamor das Nações

A correta ambição: os anseios da alma humana

  • Posted on:  Segunda, 26 Setembro 2016 00:00
  • Escrito por 
Avalie este item
(1 Voto)

É errado ser ambicioso? É errado ter a vida dirigida em direção ao que é melhor? Pode ser. A diferença entre a ambição correta e a errada é o seu objetivo, a sua motivação. Se o alvo é a glória de Deus ou a nossa própria pessoa. Em 1 Tessalonicenses 4.1, Paulo nos fala que os cristãos devem viver para agradar a Deus. Para alguns, isto ocorre no momento da transformação pessoal, na salvação; para outros a transformação se processa passo a passo com erros e acertos” (Irmão Randy Kilgore – Daily Bread).

Em certos aspectos é desafiador viver, mais ainda quando se vive por alguém, em função desse alguém e para agradá-lo. Isto implica na anulação pessoal e da vontade própria para fazer a vontade desse alguém. Daí infere-se, imediatamente, a ideia de uma vida frustrada, sem sentido, sem nexo, sem razão de ser, sem sabor; posto que, está centrada nesse alguém e não em si mesmo. Nesse momento o ego grita por seu espaço e busca realizar-se em sua autossatisfação, daí a busca ansiosa e ambiciosa de algo que lhe agrade.

O cristão não foi chamado para viver para si mesmo, mas para Cristo (daí o nome “cristão”) e a vida cristã não é enfadonha, opressora, destituída de sentido e de qualidade de vida humana; ao contrário, é uma vida prazerosa porque só em Deus nos realizamos como pessoa. Daí Paulo afirmar: “já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo, na carne vivo-a, na fé do Filho de Deus, o qual me amou e se entregou a si mesmo por mim” (Gálatas 2.20); e mais: “porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho” (Filipenses 1.21).

Do exposto e das considerações do irmão Randy acima transcritas, tenhamos a santa ambição de vivermos para Deus. Que nossa motivação na busca da correção e do melhor para nossas vidas seja promover a glória dEle. Isto faz toda a diferença do nefasto “evangelho da prosperidade”, cujo foco materialista centraliza o homem em si mesmo e não entroniza Cristo no coração humano.

Ao amigo que lê esse texto, pergunto: Queres ter uma vida realmente prazerosa com um futuro extremamente feliz? Queres ser ambicioso por um lindo porvir? Então, entregue o comando de sua vida a Cristo, faça dEle o salvador de tua alma e seja feliz. Deus te abençoe!

 

Autor: Celso de Castro Costa

Lido 577 vezes Última modificação em Quarta, 14 Setembro 2016 19:31

Últimos Artigos